ABDOMINOPLASTIA

ABDOMINOPLASTIA
A abdominoplastia consiste no procedimento que remove a gordura que excede no corpo e causa desconforto no paciente. O procedimento melhora a estética e autoestima do paciente, melhorando o excesso de flacidez na pele ao redor da região umbilical e também nas estrias que se encontram abaixo do umbigo.

Indicações da abdominoplastia

O procedimento é indicado para homens e mulheres, para corrigir ou melhorar a flacidez e o excesso de gordura no corpo. 
É indicada para quem sofre com flacidez no abdômen, como mulheres que tiveram varias gestações, e pessoas que sofrem com estrias e deseja eliminar, pode recorrer ao procedimento, desde que também haja pele flácida a ser retirada.
Outra função importante da abdominoplastia é amenizar o aspecto da diástase, que é uma separação dos músculos abdominais que acontece geralmente após gestação ou perda maciça de peso, gerando afundamento e flacidez na região. 

Como é realizada

A duração da cirurgia varia conforme a quantidade de tecido a ser retirado, porém na maioria dos casos, o procedimento dura de 2 a 4 horas.

Anestesia

O procedimento pode ser realizado com anestesia geral ou peridural com sedação. Sendo que a peridural permite uma recuperação mais tranquila e ajuda a prevenir a trombose. 

O procedimento

São feitas incisões em semicírculo acima do púbis, cuja extensão depende da quantidade de pele a ser retirada e dos contornos do paciente.
Depois, a pele é descolada da gordura, expondo os músculos abdominais. Se houver diástase, é possível suturar os músculos separados para deixar a parede abdominal mais firme.
Em seguida, a pele e a gordura descoladas são esticadas. É neste momento em que o médico faz uma pequena incisão que cria um novo aspecto ao umbigo. Por fim, a pele e a gordura excedentes são retiradas por um corte, drenos são colocados – para evitar o acúmulo de líquido, a borda resultante é suturada e o paciente recebe curativos e bandagens.

Pós-operatório

É comum que o paciente sinta desconforto durante a recuperação. É preciso ter cuidado com a postura, pois é necessário diminuir ao máximo qualquer tensão abdominal. Assim, ao deitar ou mesmo ao andar, é indicado ter uma leve inclinação que não se exija muito do abdômen.
Atividades físicas e exposição ao sol só devem ocorrer três meses após a cirurgia.

 
*O resultado da cirurgia plástica varia de acordo com cada paciente e organismo.
Tratamentos e Cirurgias que vão muito além da vaidade

Conheça as dúvidas mais frequentes sobre os procedimentos realizados pelo Dr. Luiz Carlos

  • Como fica a cicatriz de abdominoplastia?
  • A cicatriz – exceto no caso de abdominoplastia em âncora – é um pouco menor e se localiza logo acima dos pelos pubianos, podendo ser disfarçada pelas roupas íntimas ou definida na marca do biquíni.
  • Mulher que acabou de dar à luz pode recorrer ao procedimento?
  • A mulher que dá à luz tem um período de aproximadamente 40 dias de puerpério, em que acontece uma série de alterações na coagulação, na parte hormonal e na retenção de líquidos. Por isso, não se deve fazer nenhum tipo de cirurgia estética nessa fase. É por isso que os cirurgiões aguardam, em média, seis meses para avaliar a necessidade do procedimento.
  • Qual o resultado esperado da abdominoplastia?
  • Como em toda cirurgia plástica, o resultado da abdominoplastia é gradual e melhora mais a cada mês de pós-operatório. Nos primeiros meses, o abdome apresenta uma diminuição relativa da sensibilidade, além de estar sujeito a períodos de “inchaço” que regride gradualmente e espontaneamente. Com o decorrer dos meses, após iniciados os exercícios físicos e após as sessões de drenagem linfática, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. De uma maneira geral, podemos salientar que após 2 meses, pelo menos 70% do inchaço já terá regredido e ao final do 6º mês o resultado estará muito próximo do definitivo. A cicatriz abdominal após o 6º mês ainda vai melhorar seu aspecto, atingindo sua coloração e consistência definitiva um ano após a cirurgia.
  • Quanto tempo dura a cirurgia?
  • De uma hora e meia a três horas e meia. O período de internação fica em torno de 48 horas.